Nossa Gente

A DESCOBERTA DOS BODENINOS
sobre homens, meninos e sabiás

TERRAZZOO é um lugar muito especial. Na verdade, TERRAZZOO é um mundo onde homens e animais se encontram para conversar sobre os grandes temas da vida. Nesse mundo encantado existem muitos personagens. O peregrino é um deles. Em TERRAZZOO além de peregrinos existem muitos sábios sabiás.

Ontem, resolvi dar um passeio por TERRAZZOO. Andei apenas alguns minutos. E, de repente! Encontrei muitos pimpolhos saltitantes. E, para minha alegria, tive um outro encontro inusitado. Encontrei um velho amigo o sábio sabiá CHIN NUN JUN.

– Olá amigo Sabiá.

Disse eu em tom entusiástico.

– Olá amigo peregrino

Respondeu CHIN NUN JUN em tom efusivo.

– Que fazes por estas plagas pequeno ser muito sábio?

Perguntei em tom curioso.

– Vim para uma reunião dos TERRAZZOOS.

Respondeu.

A reunião dos TERRAZZOOS é um espetáculo hilariante.  Ela acontece de tempos em tempos.

E, assim, logo provoque.i

– E, aí, que pensas sobre TERRAZZOOS de hoje.

Pois, eu sei que o sábio sabiá é um poço muito fundo de conhecimento.

– Estou maravilhado!

Respondeu CHIN NUN JUN em tom DIDINICO

– Porque?

Perguntei em tom NELSINICO.

– Descobri uma nova espécie.

Ele falou. Com muita seriedade.

– Uma nova espécie.

Enfatizei.

– Sim!

– Uma nova espécie.

Reafirmou CHIN NUN JUN em tom sapiencial e sabiônico.

Aí, percebi que já estava diante de uma nova CUMBRE de ideias mirabolantes.

46

– Que espécie você descobriu em TERRAZOO amigo.Indaguei.

– Os BODENINOS.

Afirmou ele com muita segurança.

– Bodeninos?

– Nunca ouvi falar sobre esta espécie animal.

– Me explique por favor.

Pedi em tom muito humilde.Pois, o grande Sabiá é muito sensível e não ensina os orgulhosos.

– Os bodeninos são uma subespécie dos pimpolhos saltitantes.

– Eles saltam como bodes monteses.

– Eles são inquietos como meninos.

– Eles vivem pulando por cima de tudo e de todos.

– Eles têm a aparência de meninos.

– Mas, eles se comportam como bodes.

– Eles têm corações de animais.

Explicou CHIN NUN JUN (com as peculiaridades de um mestre Sabiá).

– Bodeninos!

– Meninos bodes ou bodes meninos?

– Que coisa maluca.Pensei eu.

Mas, não falei nada.- Agora fiquei encucado.

– Quem conversa muito com sabiá fica mole do miolo.

– Vou parar de conversar com sabiá.

– Daqui a pouco ele vai dizer que viu outras espécies malucas.

– E, aí, quem vai ficar maluco sou eu.

– Tchau sabiá.Comecei e me despedir.

– Seja feliz em TERRAZOO ou em outras terras.

– TERRAZOO é um lugar muito especial.

– Mas, tenho que ir trabalhar.

– Tchau amigo peregrino.

– Seja feliz em seu mundo ECLESIÁ TICO TICO.Disse ele.

Querendo me provocar. Não aceitei a provocação.

– Em breve nos encontraremos outra vez.

Disse me despedindo.

Com respeito.

– Que coisa maluca (A visão do Sabiá de TERRAZZOO).

– Ele ver menino que é mal-educado como bode.

– Só falta ele dizer que tem bicho educado que é gente.

– Uai Sô?

– E se for verdade?

– E se os homens tiverem virando bicho?

– E se os homens tiverem virando bicho?

– E se for assim, o mundo vai ficar pior do que zoo.

– O zoo vai virar lugar limpo e organizado.

Dias depois, recebi um sabiá-mail do meu amigo citando um texto do Grande Livro dos Sabiás.“ Ensine o cabritinho a maneira como ele deve se comportar antes que seja tarde e a força do bode-ruim derrote a nobreza do ser que existe nele. ”

47