Oncologista mineiro participa de um estudo internacional inédito para tratamento do câncer de intestino

O médico André Murad, professor de Oncologia da Faculdade de Medicina da UFMG e diretor da Clínica e do Laboratório de Genética Molecular Personal – Oncologia de Precisão e Personalizada, embarcou nesta quarta-feira, 29 de novembro, para a Filadélfia (EUA) para participar de um importante estudo clínico para o tratamento do câncer de intestino avançado.  A Clínica Personal é a única de Belo Horizonte a participar do estudo internacional inédito para tratamento genético do câncer de intestino.  O câncer de intestino é o terceiro mais frequente no Brasil, com uma incidência anual de 33.000 novos casos e 13.000 mortes decorrentes da doença. Quando o tumor se encontra em fase avançada, o tratamento em geral é feito utilizando-se uma combinação de quimioterapia a um agente chamado de alvo-molecular, usualmente uma medicação que reduz o suprimento sanguíneo do tumor ou uma medicação que bloqueia um receptor de um fator de crescimento vital para o crescimento e multiplicação das células tumorais.

,