MB News

Em 2017, a conta-petróleo do Brasil, ou seja, a diferença entre as exportações e importações de petróleo, derivados e gás natural, registrou um superávit histórico de US$ 3,6 bilhões. Em 2013, em plena era Dilma, o déficit dessa rubrica alcançou estrondosos US$ 20,1 bilhões. A tendencia, deste benefício é só aumentar. Com certeza em 2018, a conta petróleo será muito melhor.