MINAS GERIASSECRETARIA DE SAÚDE FAZ ALERTA PARA VACINAÇÃO CONTRA FEBRE AMARELA

A morte de primatas e o surgimento de casos suspeitos são os indícios que o vírus da febre amarela está circulando por Minas Gerais. A transmissão da doença se concentra entre outubro e maio, mesmo período de aumento dos vetores, como os mosquitos Haemagogus e Sabethes, que transmitem a forma silvestre da doença, e o Aedes aegypti, que propaga a urbana. Por causa disso, a preocupação é com a vacinação dos moradores. A cobertura acumulada no estado entre 2007 e 2017 é de 81%, sendo que o índice considerado ideal é de 95%. A estimativa é que aproximadamente 3,8 milhões de pessoas não tenham sido vacinadas no território mineiro. Entre elas, moradores de 15 a 59 anos, que também foi a faixa etária mais acometida pelo surto. A vacina está disponível no Sistema Único de Saúde (SUS). (Fonte: Portal UAI)

,