Esporte

Esperar. Esse é o verbo que define o momento da carreira de Thiago Coimbra, filho do maior ídolo da história do Flamengo, Zico. Sem clube desde o fim do Campeonato Carioca, quando defendeu o Boavista, o veterano meia de 34 anos admite que ainda tem vontade de retornar aos gramados, mas revela que pode pendurar as chuteiras em breve. Neste ano, Thiago Coimbra não chegou a entrar em campo no estadual. Por conta dessa “falta de visibilidade” e pela idade avançada, reconhece que o momento não facilita na busca por uma nova equipe. A gente tem que dançar conforme a música. Depois que não fui aproveitado no Carioca, as coisas naturalmente ficaram mais difíceis. Mas isso é coisa do futebol. Tive sondagens, propostas, mas eram contratos curtos em times longe do Rio de Janeiro, onde vivo com minha família. Isso dificultou as coisas – afirmou.Thiago revelou que está mantendo a forma física junto com outro veterano que também estava no Boavista no Carioca, o meia Fellype Gabriel, ex-Flamengo, Vasco, Botafogo e Palmeiras(Globo esporte).