Brasil

Renato Augusto segue entregue ao trabalho de fisioterapia da Seleção. Nesta quarta-feira, em Londres, o jogador, que teve lesão no joelho esquerdo descartada, até subiu para o campo, mas seguiu realizando atividade separada. Faltando pouco mais de uma semana para a estreia na Copa do Mundo da Rússia, a condição física e o tempo de recuperação das dores preocupam Casagrande. O comentarista da TV Globo reconhece a importância do meia para o grupo, mas alerta que Tite deve priorizar jogadores que estão 100% para o torneio. O Renato Augusto é uma liderança, todo mundo respeita muito. A presença dele é muito importante. No ar fica uma coisa que realmente a gente não sabe o que está acontecendo (sobre a condição física). Eu fico pensando, até que ponto vale a pena carregar um jogar para a Copa do Mundo se você não sabe se vai contar com ele? Não dá para contar com um jogador que não está 100%. Mais lento, sem ritmo… Pensando na Copa, tem que levar jogador que está 100%. Se não tiver, você não vai usar – analisou Casão no Seleção SporTV desta quarta-feira(GLOBO ESPORTE).