Economia

Os depósitos na caderneta de poupança superaram os saques em R$ 2,4 bilhões em maio, informou o Banco Central nesta quarta-feira (6). O resultado positivo é o maior para maio desde 2013, quando R$ 5,625 bilhões ingressaram na aplicação.Se considerados os cinco primeiros meses deste ano, os depósitos superaram as retiradas em R$ 1,71 bilhão. Até abril, esse resultado estava negativo. Esse foi, também, o melhor resultado para o período de janeiro a maio desde 2014.Com a entrada de recursos na poupança em maio, o estoque dos valores depositados, ou seja, o volume total aplicado, registrou aumento no mês passado.No fim de abril de 2018, o saldo da poupança estava em R$ 735,432 bilhões. Já ao final de maio, somava R$ 740,639 bilhões.Além dos depósitos e das retiradas, os rendimentos creditados nas contas dos poupadores também são contabilizados no estoque. Em maio deste ano, os rendimentos somaram R$ 2,801 bilhões(G1).