Brasil

Miranda será o capitão da seleção brasileira na partida decisiva desta quarta-feira, contra a Sérvia, em Moscou. Por essa razão, ele deu entrevista coletiva ao lado do Tite, às 11h desta terça, horário de Brasília, no estádio do Spartak e, logo na primeira pergunta, foi questionado sobre o choro de Neymar após a vitória sobre a Costa RIca.- O jogo passado já foi resolvido, o mais importante era a vitória. É passado, vamos pensar no que vem adiante, temos um adversário importante, um jogo que define nossa situação no grupo. Não temos que pensar no individual. Nosso foco agora é só na equipe da Sérvia.No rodízio do técnico, o zagueiro já havia usado a faixa anteriormente nas partidas contra Equador, Uruguai e Áustria. Agora, ele a usará pela primeira vez numa partida de Copa do Mundo.- Fico feliz em mais uma vez representar todo o grupo de capitães, todo o grupo da seleção brasileira. Se eu chegar à final e ganhar, posso ser capitão ou não, minha felicidade vai ser imensa, sendo ou não capitão(G1).