VARIEDADES

A polícia prendeu em flagrante um homem de 33 anos que tentou se passar por policial civil no Bairro de Lourdes, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Civil, ele estava em uma agência bancária e chegou a apresentar uma identificação funcional falsa. A polícia chegou até ele enquanto investigava um outro caso. A corporação foi ao banco após receber informações de que uma mulher seria vítima de estelionato. Ela foi à agência tentar descontar um cheque administrativo fraudado no valor de R$ 32 milhões. O falso policial foi abordado enquanto a mulher, que estava de posse de cheques administrativos fraudados que somavam R$ 69 milhões, tentava realizar a operação bancária.“De acordo com as investigações, os cheques foram recebidos pela mulher de outro homem, como pagamento de Títulos do Tesouro Nacional dos quais ela tem a posse”, explicou a Polícia Civil. “Ao que tudo indica, trata-se de títulos válidos e que o indivíduo que tentou obtê-los através dos cheques estaria tentando ganhar alguma vantagem ilícita sobre a mulher”, finaliza(G1).