Política

Diante de acenos de seu antigo partido, o PSDB, o senador paranaense Alvaro Dias (Podemos) pediu nesta quinta-feira, 5, para “não perderem mais tempo” cogitando sua desistência na corrida pelo Palácio do Planalto. Ele negou a possibilidade de ser vice na chapa do ex-governador Geraldo Alckmin e disse que busca partidos do “centro” para uma aliança.Em entrevista coletiva após palestra na Associação Comercial de São Paulo (ACSP), nesta quinta-feira, o pré-candidato disse que “não arreda o pé” de estar nas urnas em outubro como candidato a presidente.”Não há força humana capaz de nos demover desse objetivo. Os que viverem verão que nós estaremos na urna no dia 7 de outubro. É bom não perderem mais tempo e vocês não gastarem mais tinta e papel ou não gastarem os dedinhos aí nas teclas do computador porque será em vão”, disse Dias(ESTADO DE MINAS).