Mundo

Uma americana de 92 anos matou a tiros seu filho, de 72 anos, para evitar ser mandada para um asilo, diz a polícia local. Anna Mae Blessing, que foi acusada de homicídio, discordou das intenções de seu filho de colocá-la em um asilo por alguns dias, de acordo com documentos judiciais. “Você tirou minha vida, então eu estou tirando a sua”, disse ela ao ser retirada da casa que compartilhava com o filho e a namorada dele no Arizona. Blessing disse à polícia que pretendia se matar após o crime. O crime aconteceu na manhã da última segunda-feira na cidade de Fountain Hills, no condado de Maricopa, segundo registros policiais obtidos pela imprensa local. O filho de Blessing, cujo nome não foi divulgado, queria que a mãe se mudasse para um asilo porque “ficou difícil conviver com ela”. A mãe então escondeu duas armas de fogo em sua bolsa antes de confrontá-lo no quarto dele, disse a polícia em um comunicado. Durante a discussão, ela pegou um revólver, comprado na década de 1970, e atirou contra o homem. A polícia encontrou o filho de Blessing morto, com dois ferimentos de bala no pescoço e na mandíbula (Fonte.: G1).