Mundo

Centenas de milhares de moradores de uma grande faixa territorial do Japão foram retirados de casa nesta sexta-feira (6), à medida em que chuvas torrenciais aumentaram o nível de rios e provocaram deslizamentos de terra, deixando ao menos quatro mortos. A Agência Meteorológica do Japão emitiu seu mais elevado alerta sobre a tempestade considerada “histórica”, e disse que áreas já saturadas serão ainda mais afetadas durante o domingo, elevando o risco de deslizamentos e danos adicionais. Em parte da ilha de Honshu, a maior do arquipélago, já caiu o dobro das quantidades normais de chuva para o mês de julho até a manhã desta sexta-feira, com chuvas implacáveis ao longo de todo o dia. Ao menos quatro pessoas morreram, uma delas sugada por uma tubulação de esgoto e outra após ser levada por fortes ventos (Fonte.: G1).