Brasil

Em resposta ao escalonamento salarial promovido pelo governo e constante atraso nos pagamentos, o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE) convocou, novamente, os servidores da educação estadual de Minas Gerais a iniciar uma paralisação nesta segunda-feira. Os profissionais dizem que só retornarão às atividades após receberem o pagamento da primeira parcela do salário, marcado para sexta-feira. “Não pagou, não haverá retorno dos profissionais da educação ao trabalho”, ressaltou o sindicato. A Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais (SEF-MG) prevê que o prazo de depósito da primeira parcela seja cumprido(ESTADO DE MINAS).