Política

Segundo o ex-ministro da Fazenda do governo Temer, uma economia brasileira sustentável precisa passar por uma ampla reforma da Previdência Social. Em 2017, o déficit previdenciário foi de R$ 182,45 bilhões, rombo equivalente a 2,8% do Produto Interno Bruto (PIB). O valor atingiu seu pior patamar desde 1995, quando começou a série histórica.”Para promover o crescimento sustentado, impõe-se uma necessária e inaudível reforma da Previdência Social, visando sobretudo ao combate a distorções e privilégios”, diz o programa de governo do presidenciável. Henrique Meirelles apresenta duas metas na área: adoção de uma idade mínima para se aposentar e a convergência do sistema de aposentadorias dos funcionários públicos ao sistema dos trabalhadores do setor privado,  “Não há como enfrentar as tecnologias do século 21 sem mudar nossa forma de pensar sobre a educação, o trabalho, a previdência social e a regulação dos negócios”, destaca o programa de Meirelles (Fonte.: HUFFPOST).