Mundo

A China aumentará a restituição de impostos de exportação a partir de 1º de novembro e acelerará seus pagamentos para apoiar o comércio exterior, informou o gabinete nesta segunda-feira (8), à medida que a disputa comercial com os Estados Unidos se intensifica.O aumento da restituição nos impostos de exportação “ajudará a reduzir os custos da economia real, ajudará a lidar com a complexa situação internacional e manterá o crescimento estável do comércio exterior”, disse o gabinete depois de uma reunião regular(g1).