Polícia

O ex-governador do Estado do Rio de Janeiro Sérgio Cabral teve o direito de receber visitas e de ver televisão suspenso por dez dias. A punição foi determinada pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) nesta terça-feira. Durante vistoria realizada pela Corregedoria da SEAP no Presídio Pedrolino Werling de Oliveira, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio, Cabral e outro detento foram flagrados com uma quantidade de dinheiro acima do permitido nas celas (G1).