MB Notícias

Buracos, remendos no asfalto, sinalização precária, vegetação alta. Esses são alguns problemas enfrentados por motoristas que trafegam por rodovias federais que cortam Minas Gerais. Em 12 meses, essas avarias aumentaram, como mostram os dados da segunda edição do Índice de Condição da Manutenção (ICM), divulgada ontem pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Em um ano, as estradas consideradas péssimas aumentaram cinco vezes, enquanto as vias classificadas como boas diminuíram aproximadamente 12 pontos percentuais. O Dnit credita o resultado ruim à diminuição de repasse de recursos destinados à infraestrutura rodoviária(Estado de minas).