Polícia

Ano passado a população se surpreendeu com um vídeo publicado na web no qual um jovem abusava de uma cadela, o vídeo gerou revolta nas redes sociais e repúdio de várias ONGS e associações de diversos países. O estudante de odontologia que postou esse vídeo foi indiciado pela Polícia Civil pelos crimes de associação criminosa e maus-tratos de animais. O rapaz de 30 anos foi preso em abril e solto alguns dias depois.

O inquérito foi concluído na sexta-feira (30) e uma cópia entregue à Polícia Federal, uma vez que o investigado mora no exterior.

À época, três cachorros do investigado foram resgatados e entregue para uma entidade de proteção ambiental.