Economia

O dólar interrompeu uma sequência de seis altas consecutivas e recuou 1,74% nesta quinta-feira (12), terminando o dia negociado a R$ 3,85.

A movimentação ocorreu devido ao melhor humor no mercado internacional em dia de trégua nas preocupações com a guerra comercial após declarações de Donald Trump sobre um acordo com a China.

A queda de 1,74% foi a maior diária desde o recuo de 2,35% ocorrido em 8 de outubro, dia seguinte ao primeiro turno das eleições deste ano.

Na mínima do dia, a moeda norte-americana foi a R$ 3,8367 e, na máxima, a R$ 3,9012. O dólar futuro tinha baixa de cerca de 1,3%.