Mundo

Os Estados Unidos anunciaram nesta quarta-feira (19) a retirada total das forças norte-americanas na Síria. A decisão está relacionada, segundo a Casa Branca, à reconquista dos territórios antes ocupados pelo grupo terrorista Estado Islâmico.

A decisão está alinhada com uma das propostas do presidente Donald Trump, que é contra a manutenção das forças armadas na Síria. Pouco após a informação sair na imprensa dos EUA, Trump tuitou:

“Nós derrotamos o Estado Islâmico na Síria, minha única razão para estarmos ali no governo Trump”, disse o presidente dos EUA.