Brasil

Enquanto houve redução da média mensal de mortes entre 2017 e 2018 nas rodovias federais de responsabilidade da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no estado, o número de óbitos por mês em colisões traseiras, como a que ocorreu entre os dois veículos de passageiros, não diminuiu.

Além disso, no ano passado, que tem dados de janeiro a novembro consolidados, esse tipo de batida ficou mais letal, com uma vida perdida a cada 17 acidentes desse tipo. Em 2017, a proporção havia sido de um óbito por 23 batidas.