VARIEDADES

Em 12 de novembro, Stan Lee partiu desta dimensão, aos 95 anos, deixando um universo de personagens cujas histórias parecem infinitas. Uma de suas criações mais populares, o Homem-Aranha, desenvolvido para os quadrinhos em parceria com Steve Ditko na década de 1960, já apareceu sob formas diferentes em séries animadas e no cinema. Nos últimos 17 anos, houve três concepções na telona para o jovem nova-iorquino que adquire superpoderes ao ser picado por um aracnídeo radioativo.

Nesta quinta-feira (10), o herói está de volta em Aranhaverso. O filme aborda justamente a amplitude desse leque de possibilidades. Premiada como melhor animação no Globo de Ouro e forte candidata ao Oscar da categoria, a produção é uma bela homenagem ao seu criador.

(UAI)