Mundo

O presidente dos EUA, Donald Trump, defendeu a construção do muro com o México em pronunciamento na noite de terça-feira (madrugada de quarta, no Brasil). Ele disse que há uma crise humanitária e de segurança na fronteira e voltou a culpar os democratas pela paralisia orçamentária.

“Meus compatriotas americanos, esta noite estou falando com vocês porque há uma crescente crise humanitária e de segurança em nossa fronteira sul”, declarou em discurso solene, em horário nobre e em rede nacional de televisão.

Trump apresentou números sobre a entrada de imigrantes ilegais e de entorpecentes. E, novamente, ele pediu US$ 5,7 bilhões para levantar “uma barreira de aço, ao invés de cimento”.

 

(G1)