Brasil

Bombeiros militares de Minas Gerais, experientes em desastres como o de Brumadinho Mariana, chegaram na manhã desta segunda-feira na cidade de Beira, em Moçambique, no continente africano. A tropa chega ao país e deve ficar por 15 dias para ajudar nas ações de busca e salvamento após o território ter sido devastado pelo ciclone Idai. O ciclone atingiu, além de Moçambique, o Zimbabué e Malawi. Mais de 2,5 milhões foram diretamente afetadas e as inundações decorrentes do fenômeno atingiram também Madagascar e a África do Sul. Os ventos chegaram a 200 km/h (Estado de minas).