Saúde em Foco

A dengue segue fazendo vítimas em Minas Gerais. O número de mortes em decorrência da doença já chegou a 21, sete a mais do que o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG) em 22 deste mês. Vale ressaltar que não significa que os casos aconteceram neste intervalo de tempo. A situação pode ser ainda pior. Ainda estão sendo investigados outros 66 óbitos. O número de casos prováveis – que engloba os confirmados e os suspeitos – já ultrapassam 165,8 mil. A epidemia de dengue vem se espalhando rapidamente pelo território mineiro. Do total das mortes, oito aconteceram em Uberlândia, na Região do Triângulo Mineiro. Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, já registra 7 óbitos. Unaí, no Noroeste de Minas, tem duas mortes. Já Arcos, na Região Centro-Oeste, Paracatu, Região Noroeste, Frutal, no Triângulo, e Ibirité, na Grande BH, têm uma morte cada. A doença vem aumentando a cada mês, segundo mostra o boletim epidemiológico divulgado pela SES, e já chega a 165.853 registros. Em janeiro, foram 17.368 casos prováveis. Fevereiro, mais 34.397, março, 69.395. Já em abril, considerado o pior fase das enfermidades transmitidas pelo Aedes aegypti, já são 44.693.