Polícia

O ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, conhecido como Bola, foi condenado por mais um assassinato. O réu, que já cumpre pena pela morte de Eliza Samudio, ex-mulher do goleiro Bruno Fernandes das Dores de Souza, foi sentenciado a 16 anos de prisão pelo homicídio do motorista Devanir Claudiano Alves, crime aconteceu em 2009 no Bairro Juliana, na Região Norte de Belo Horizonte. O comerciante Antônio Osvaldo Bicalho, apontado como mandante do crime, pegou 14 anos de prisão. Ele poderá responder em liberdade. O mesmo benefício foi dado a Bola, porém, ele cumpre pena por outros crimes, por isso continua atrás das grades (Estado de minas).