Mundo

O Tribunal Constitucional da Coreia do Sul declarou nesta quinta-feira (11) inconstitucional a proibição do aborto no país e invalidou uma lei de 1953 que criminaliza a prática. Os nove juízes da corte decidiram que processar mulheres que passaram por esse procedimento, assim como os médicos responsáveis, contraria as leis locais (Agência Brasil).