Política

O ex-governador de Minas Gerais Fernando Pimentel (PT) virou réu, pela segunda vez, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG). Dessa vez, o político é acusado de receber caixa dois no valor de R$1,5 milhão, na campanha para o Senado Federal, em 2010. Na época, o petista não conseguiu se eleger, perdendo para o também ex-governador Aécio Neves (PSDB) e o ex-presidente Itamar Franco PMDB (Estado de minas).