Política

O governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciou na manhã desta terça-feira medidas para evitar a greve dos caminhoneiros. Entre as ações anunciadas estão uma linha de crédito de R$ 500 milhões e outros R$ 2 bilhões para conclusão e manutenção de rodovias.A linha de crédito, conforme o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, será disponibilizada pelo BNDES, para empréstimos de até R$ 30 mil a caminhoneiros autônomos – proprietários de até dois caminhões-, e cujas regras e benefícios, segundo o ministro, estão sendo alinhavadas pelo banco (Estado de minas).