Mundo

Oito pessoas foram detidas por ligação aos ataques que deixaram mais de 200 mortos no Sri Lanka neste domingo (21), informou Ranil Wickremesinghe, primeiro-ministro do país.Wickremesinghe afirmou que “até agora, os nomes que surgiram são locais”, mas investigadores apuram se os criminosos têm “ligações internacionais”. Ao menos 207 pessoas morreram, entre elas dezenas de estrangeiros, e 450 ficaram feridas em atentados contra três igrejas que celebravam missas de Páscoa e quatro hotéis de luxo no Sri Lanka neste domingo 21 (Estado de minas).