Trânsito

Cuidados mais rígidos para evitar interrupção de rodovias e contaminação ambiental com acidentes envolvendo caminhões-tanque que transportam produtos e resíduos perigosos começam a ser cobrados em Minas Gerais, a partir de setembro. Para orientar esses condutores, a Comissão Estadual de Prevenção, preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com produtos Perigosos (CEP2R2) promoveu, hoje, dia 20, blitzes educativas nas rodovias.As abordagens educativas ocorreram em quatro pontos de rodovias federais da Grande BH, como a BR-381, em Sabará. Os condutores foram orientados sobre medidas que devem ser adotadas pelos transportadores de resíduos perigosos, em caso de acidentes, a partir da publicação do Decreto estadual 47.629, que regulamentou a Lei 22.805 de 2017 (Estado de minas).