Polícia

O autor do massacre de Paracatu apresenta estado de saúde estável e não corre risco de morrer. A sedação foi retirada no início desta manhã e os médicos aguardam que ele acorde para fazer uma nova avaliação. A informação é do superintendente de Administração do Hospital Municipal de Paracatu, Marcelo Otávio de Andrade. Rudson Aragão Guimarães, de 39 anos, foi atingido, segundo Andrade, por dois disparos quando a PM interviu e evitou que ele provocasse um massacre ainda maior dentro da Igreja Batista Shalom, em Paracatu. Um dos disparos, e o mais grave, acertou a mãe dele e ricocheteou para a clavícula .