Polícia

A polícia civil de Paracatu está realizando uma operação que investiga funcionários da empresa Kinross que fizeram uma organização criminosa para furtar ouro in natura da empresa, vários policiais estão trabalhando na sede da polícia civil na cidade e outros sobrevoam Paracatu realizando operações de busca e apreensão.

Os funcionários da empresa tinham um esquema onde pegavam pequenas pedras de ouro, guardavam em pequenos potes e deixavam em um local específico para que os funcionários do outro turno levassem as pepitas para um receptor. A organização criminosa aconteceu em conluio com empresas, joalherias da cidade.

O Delegado Thiago Veiga da polícia civil de Paracatu informou que hoje (22) serão executados na cidade vários mandados de busca e apreensão.