Mundo

Uma ex-candidata à presidência de Guiné apresentou uma denúncia na França pelo roubo de um diamante supostamente avaliado em 45 milhões de euros em um hotel de luxo de Paris, informaram fontes policiais.Dois homens que se fizeram passar por russos se reuniram na segunda-feira em um hotel da capital francesa com Marie-Madeleine Dioubaté, ex-candidata ecologista à presidência de Guiné, para avaliar a pedra preciosa (Estado de Minas).