Esporte

Os gols de Salah e Origi contra o Tottenham no último sábado foram importantes, claro. Porém, a vitória do Liverpool na final da Champions League, que lhe proporcionou o sexto título da competição, se deve a fatores que vão além do talento de seus atletas e das estratégias do técnico Jürgen Klopp.

Por trás de cada partida vencida, de cada fase avançada, estão métodos de levantamento de dados precisos, que abrangem inclusive a tecnologia de Big Data.O craque desses métodos é o físico Ian Graham, que fez carreira na Universidade de Cambridge. A sua maior contribuição para o time foi na formação do elenco, constituído por jogadores dos cinco continentes(UOL).