Política

Os dois últimos corpos de presos vítimas do massacre que ainda estavam no Instituto Médico Legal (IML) em Manaus foram liberados nesta terça-feira (11). Eles foram entregues às famílias só agora porque passavam por exames de identificação. Agora, 16 dias depois da chacina dentro de presídios do Amazonas, todos os 55 corpos já foram liberados.

De acordo com os laudos finais do IML dos últimos dois mortos – os únicos que o G1 teve acesso até o momento – Paulo da Silva Oliveira, de 22 anos, foi vítima de lesão por arma branca. O jovem foi encontrado morto no Instituto Penal Antônio Trindade (IPAT) no dia 27 de maio ( Fonte : G1 ).