Esporte

Em nota, a Minas Arena informa que rompeu o contrato de fidelidade com o Cruzeiro. Segundo a concessionária, o clube foi notificado diversas vezes de dívidas, que chegam a R$ 26 milhões. Diante da insistência da Raposa em não quitar os débitos, o contrato foi rescindido. A informação foi antecipada pelo site Globoesporte

“A Minas Arena e o Cruzeiro firmaram, em 2013, um contrato de fidelidade para que o clube mandasse suas partidas oficiais no Mineirão até o final de 2037. Devido ao inadimplemento do clube desde o segundo semestre de 2013, e após inúmeras notificações e tentativas de soluções amigáveis para a questão, a Minas Arena notificou mais uma vez o clube, em abril/2019, para a quitação de todo o seu débito, o que não ocorreu. Portanto, conforme consta do próprio contrato, o mesmo foi rescindido”, disse a concessionária

( Fonte : UAI ).