Mundo

O Vaticano emitiu, nesta segunda-feira (17), um documento que recomenda à Igreja Católica que considere ordenar pessoas mais velhas, casadas e que tenham famílias constituídas, como sacerdotes em regiões remotas da Amazônia. A medida se aplicaria a pessoas que tiverem, de preferência, ascendência indígena.

O documento também pede que seja identificado algum tipo de “ministério oficial” que possa ser conferido às mulheres.Segundo agências internacionais, o documento é a menção mais direta em um documento do Vaticano à possibilidade de que homens casados possam ser padres (Fonte: G1 ).