Brasil

Mais de 53,5 milhões de pessoas dos grupos prioritários, entre eles, professores, gestantes, profissionais das forças de segurança de salvamento, crianças e idosos, procuraram os postos de saúde, onde se vacinaram contra a gripe. Também foram vacinadas 5,6 milhões de pessoas que não integram os grupos prioritários. (Fonte: Agência Brasil)