Economia

O líder do PP na Câmara, Arthur Lira (PP-AL), disse acreditar que a votação da reforma da Previdência no plenário tenha início nesta semana, mas afirmou que é difícil prever fim, já que isso depende da dinâmica dos trabalhos e das obstruções que devem ser apresentadas pela oposição. “Se tudo correr bem, podemos começar a votar na quarta, mas não tem garantia que se termine, ninguém pode prever”, disse.

“Se destaques que aconteceram na comissão acontecerem no plenário, vamos ter dificuldades”, disse ele ao chegar à residência de Rodrigo Maia (DEM-RJ), onde diversos líderes estão reunidos. “Hoje (segunda) e amanhã (terça), tem muita negociação para se ter uma segurança de texto. O ideal seria não ter destaques, mas não temos essa garantia”.

(Fonte:Estado de Minas)