Mundo

A Justiça americana sentenciou Joaquín “El Chapo” Guzmán à prisão perpétua mais um período simbólico de 30 anos, nesta quarta-feira (17), e ordenou que o ex-chefe da máfia devolva US$ 12,6 bilhões dos lucros de seus crimesOs advogados do narcotraficante já anunciaram que vão recorrer da sentença.

O governo americano garante que o ex-chefe do cartel de Sinaloa, de 62 anos e considerado o maior narcotraficante do planeta após a morte do colombiano Pablo Escobar, foi responsável pela importação, ou tentativa de importação, de pelo menos 1.213 toneladas de cocaína, 1,44 tonelada de base de cocaína, 222 quilos de heroína, quase 50 toneladas de maconha e “quantidades” de metanfetaminas para os Estados Unidos, ao longo de 25 anos.

(Fonte:Estado de Minas)