Mundo

A Suprema Corte da Holanda julgou nesta sexta-feira (19) que o Estado holandês teve “uma responsabilidade muito limitada” na morte de cerca de 350 muçulmanos no massacre de Srebrenica, na Bósnia, em 1995.

A mais alta jurisdição no país reduziu a responsabilidade do Estado com relação à decisão do Tribunal de Apelação em 2014. Este último havia reconhecido que o Estado foi parcialmente responsável pelas mortes no encrave de Srebrenica, na fronteira com a Sérvia, sob a proteção da ONU.

(Fonte:Agência Brasil)