Saúde em Foco

Duas gêmeas siamesas de Bangladesh unidas pela cabeça foram separadas nesta sexta-feira em Daca após uma longa intervenção cirúrgica, anunciaram os médicos húngaros que as operaram no âmbito de um projeto humanitário.

As duas garotas estão em “estado estável após a separação final”, que durou cerca de trinta horas e mobilizou uma equipe de 35 especialistas húngaros, indicou à AFP o neurocirurgião Andras Csokay.

(Fonte:Estado de Minas)