Mundo

Um dia após a jornada de greve geral e protestos, as autoridades chinesas advertiram os manifestantes de Hong Kong para que não subestimem “a firme determinação e a imensa força do governo central da China”.

“Deve ficar muito claro para o pequeno grupo de criminosos violentos e sem escrúpulos: quem brinca com o fogo morre queimado. No fim serão punidos”, afirmou Yang Guang, porta-voz do Escritório de Assuntos de Hong Kong e Macau.Segundo a France Presse, esta foi a advertência mais dura feita por Pequim desde o início dos protestos, em 9 de junho, contra um projeto de lei que permitira a extradição de habitantes de Hong Kong para a China.

( Fonte:G1 )