Mundo

Os países que apóiam o líder da oposição, Juan Guaidó, como presidente interino da Venezuela, esperam que o bloqueio anunciado pelos Estados Unidos contra Caracas “permita o mais rápido possível a saída” de Nicolás Maduro.

Convocada pelo Grupo de Lima, a “Conferência Internacional pela Democracia na Venezuela” começou depois de uma reunião de quase três horas das nações que reconhecem Guaidó, já que os países que seguem ao lado de Maduro, como México e Uruguai, ficaram de fora do encontro.

( Fonte: AFP )