Nossa Gente

Cristóvão Xavier de Brito, avô do jogador de futebol morto na segunda-feira (12) em uma operação da PM em Niterói, na Região Metropolitananegou nesta terça-feira (13) a versão da polícia.Dyogo Costa Xavier de Brito, jogador não federado da base do América, foi um dos cinco rapazes mortos a tiros no RJ entre sexta (9) e segunda (12), um intervalo de 80 horas.

 

“A ‘droga’ que ele tinha na mochila era a chuteira e um par de sandália de dedo. Mais R$ 85, que ele ia treinar no Rio, no América. Sumiu tudo”, afirmou o avô.

( Fonte:G1 )