Nossa Gente

O desempenho em indicadores como inovação e empregabilidade podem ser utilizados pelo Ministério da Educação (MEC) para definir a distribuição de recursos para universidades federais. Os técnicos do governo estudam usar como indicador o ranking de governança do Tribunal de Contas da União (TCU) para determinar qual universidade terá prioridade no desbloqueio de recursos.

Em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo, o secretário de Educação Superior do MEC, Arnaldo Lima Junior, afirmou que a ideia é tratar os diferentes de forma diferente. “Vamos começar a olhar desempenho, não só o tamanho das universidades. Hoje, a matriz do orçamento é 90% tamanho e 10% qualidade”, comentou

( Fonte:Correio Braziliense )