Nossa Gente

Dezessete bebês desenvolveram uma condição conhecida como “síndrome do lobisomem”. O caso ocorreu na Espanha, após uma falha interna na empresa Farma Química Sur, que trocou medicamentos. A empresa vendeu Omeprazol, que na verdade era Mixodil, o que foi responsável pela crise.

Segundos especialistas, a “síndrome do lobisomem” é resultante de uma mutação genética e consiste no crescimento anormal de pelos escuros pelo corpo. Em alguns casos, pacientes nascem com a condição, que não tem cura, mas existem tratamentos para amenizar o problema.

( Fonte: Estado de Minas )