Mundo

A Polícia Judiciária portuguesa e a Europol prenderam uma das maiores quadrilhas de falsificação de moeda da Europa. O grupo vendia as notas falsas de euro através de negociações pela dark web e recebia o pagamento em moeda virtual, o bitcoin.

Os policiais apreenderam em Portugal quase 70 mil euros em notas falsas, além de diversos objetivos que eram utilizados para a produção, como impressoras, computadores, papel com simulações de filamentos de segurança e adesivos holográficos. A “qualidade” das cédulas impressionou os investigadores. (Sputnik)