MB News

Médicos retiraram nesta sexta-feira a sonda nasogástrica que o presidente Jair Bolsonaro vinha usando durante o pós-operatório após ter sido submetido a uma cirurgia para correção de hérnia, e a previsão de viagem do presidente em 22 de setembro para discursar na Assembleia-Geral da ONU se mantém, informou o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros.

De acordo com boletim médico do hospital Vila Nova Star sobre o estado de saúde do presidente lido pelo porta-voz, Bolsonaro apresenta boa evolução clínica e permanece sem dor, afebril e com melhora acentuada dos movimentos intestinais. Além da retirada da sonda, o presidente também teve reintroduzida uma dieta líquida, que havia sido suspensa quando da introdução da sonda, mas a alimentação endovenosa será mantida em paralelo enquanto se avalia a evolução do presidente, disse o médico Antônio Macedo, cirurgião que operou Bolsonaro no domingo, em entrevista coletiva no hospital ao lado do porta-voz.

Fonte: Reuters